Empresa Diagmax recebe R$ 2 milhões para quitar dívidas, mas funcionários continuam com salários atrasados

Foto: Divulgação | RCOM - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Foto: Divulgação | RCOM - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

De acordo com a den√ļncia de alguns profissionais, a Diagmax n√£o possui profissionais da √°rea de radiologia. Dessa forma, ludibriando o contrato firmado com o Estado do Amazonas a empresa presta servi√ßo para o hospital Jo√£o L√ļcio através de uma Cooperativa. Por meio da Cooperativa de Trabalho dos Técnicos e Tecnólogos em Radiologia de Manaus – Radiocoop, que a empresa contratou os profissionais de imagem que atuam na unidade hospitalar.

Com sal√°rios atrasados h√° dois meses, os profissionais informam ainda, que n√£o podem fazer qualquer reclama√ß√£o para a Radiocoop, porque sofrem assédio, sendo trocados de escala ou retirados dos postos de trabalho.

Parte do √°udio com com as den√ļncias afirma que "Uma das enfermeiras, nomeada como Carol, tem grande influ√™ncia dentro da empresa Diagmax e usa seus status para destratar funcion√°rios que est√£o trabalhando h√° meses sem sal√°rio.".

O Hospital Jo√£o L√ļcio est√° sem administra√ß√£o. Com uma das maiores estruturas da sa√ļde, a tomografia e o raio-x n√£o est√£o funcionando. O descaso com os funcion√°rios da √°rea de imagem é tanto, que a empresa j√° informou que n√£o far√° o pagamento dos sal√°rios atrasados aos funcion√°rios. Dessa forma, os profissionais v√£o trabalhando da maneira que podem, mesmo sem a m√≠nima condi√ß√£o, para que a popula√ß√£o n√£o fique prejudicada.

A empresa Diagmax, est√° h√° dois anos prestando servi√ßos ilegalmente no Hospital Jo√£o L√ļcio. Soubemos através do administrativo do Hospital, que a empresa L√≠der Servi√ßos de Apoio a Gest√£o de Sa√ļde Ltda, ganhou a licita√ß√£o para prestar os servi√ßos de imagem, mas até hoje, est√° impedida de assumir seu contrato como mostra o Processo n¬į0735452-44.2020.8.04.0001. As denuncias ser√£o encaminhadas aos órg√£os competentes; Controladoria da SES-AM, Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Ministério P√ļblico Estadual (MPE), para qu√™ sejam apuradas o mais r√°pido poss√≠vel.

O Hospital Jo√£o L√ļcio vem sendo alvo de constantes denuncias em redes sociais pelo péssimo atendimento aos pacientes que chegam necessitando de atendimentos de urg√™ncia como podem ver no v√≠deo.
*Portal Rcom