Manaus já aplicou 91% das primeiras doses de vacina contra a Covid-19 recebidas do Ministério da Saúde

Foto: Valdo Leão / Semcom | Nenhuma violação de direitos autorais pretendida.

Foto: Valdo Leão / Semcom | Nenhuma violação de direitos autorais pretendida.

A Prefeitura de Manaus aplicou, até o momento, 91% do total de 305,9 mil doses de CoronaVac e AstraZeneca enviadas pelo Ministério da Saúde (MS) para vacinar os grupos priorit√°rios com a primeira dose contra a Covid-19, na capital. A informa√ß√£o, consolidada pela Divis√£o de Imuniza√ß√£o da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com dados atualizados até o último dia 14/4, mede o ritmo de utiliza√ß√£o das vacinas nas popula√ß√Ķes contempladas pela campanha, incluindo idosos, trabalhadores da saúde, indígenas aldeados e pessoas com doen√ßas preexistentes que t√™m maior risco de morrer se forem infectadas pelo novo coronavírus.

"Estamos fazendo o dever de casa, de forma r√°pida, organizada e transparente; e esses números confirmam que Manaus segue como exemplo na condu√ß√£o da campanha de vacina√ß√£o, destinando de imediato as doses de vacina recebidas e remanejando doses para avan√ßar nos grupos priorit√°rios, como é o caso dos portadores de comorbidades de 18 a 59 anos, que come√ßamos a vacinar muito antes de qualquer outra capital", destaca o prefeito David Almeida.

De acordo com David, além da campanha seguir com rapidez, o município est√° cumprindo as metas em todos os grupos atendidos, com mais de 90% de pessoas vacinadas, por segmento. "A cada semana a Semsa define um novo calend√°rio de vacina√ß√£o que leva em conta as doses disponíveis, a quantidade de pessoas j√° vacinadas por grupo e a ordem de atendimento de acordo com critérios técnicos".

O estudo da Semsa também aponta que o município j√° usou 52% das 164 mil doses de CoronaVac destinadas à segunda dose. "O saldo restante est√° reservado para os usu√°rios que v√£o chegar, nesta e nas próximas semanas, ao prazo de 28 dias para completar o esquema de vacina√ß√£o", explicou a secret√°ria municipal de Saúde, Sh√°dia Fraxe.

A secret√°ria ressaltou que o levantamento feito pela Divis√£o de Imuniza√ß√£o mostra, ainda, que no saldo de segundas doses de CoronaVac ainda n√£o aplicadas est√£o 6,1 mil referentes aos 3,7% de usu√°rios que n√£o compareceram aos postos de vacina√ß√£o no prazo de 28 dias. Segundo ela, a Semsa tem insistido na convoca√ß√£o desse público, uma vez que n√£o h√° comprova√ß√£o de efic√°cia da vacina com apenas uma dose.

"Também ainda n√£o h√° estudos que demonstrem o grau de efic√°cia dos imunizantes se a segunda dose for aplicada fora do prazo recomendado pelos laboratórios. De qualquer forma, a recomenda√ß√£o dos fabricantes é que o usu√°rio complete o esquema de duas doses, mesmo após o prazo inicial", explica Sh√°dia.

Outra informa√ß√£o incluída no balan√ßo de aplica√ß√£o de doses é que, até o momento, o município recebeu apenas 30 mil doses da vacina de Oxford/ AstraZeneca para aplica√ß√£o de segunda dose, que só come√ßam a ser aplicadas a partir do dia 22 de abril, porque o prazo entre doses, no caso específico deste imunizante, é de 84 dias, e as primeiras doses come√ßaram a ser aplicadas no dia 29 de janeiro.

As 12 remessas de vacina recebidas, até o momento, pelo município, somam 500.012 doses, sendo 343,2 mil de CoronaVac/Butantan e 156,7 de AstraZeneca/Oxford, incluídas as primeiras e as segundas doses.

Sh√°dia informa que os dados de vacina√ß√£o de Manaus s√£o enviados diariamente pelo Departamento de Tecnologia da Informa√ß√£o da Semsa à Rede Nacional de Dados da Saúde (RNDS), de acordo com as regras do DataSUS (sistema de inform√°tica do Ministério da Saúde), para publica√ß√£o adequada. "Os dados também est√£o resumidos no Vacinômetro municipal, que é atualizado quase em tempo real e pode ser acessado por qualquer pessoa interessada em acompanhar o andamento da vacina√ß√£o contra a Covid-19 na nossa cidade", observa a secret√°ria.

Dados da plataforma, da manh√£ desta sexta-feira, 16/4, mostram que j√° foram aplicadas em Manaus 378,3 mil doses de vacina, das quais 287 mil primeiras doses e 91,2 mil segundas doses.

-- -- --
Texto - Andréa Arruda / Semsa