Força Nacional vai atuar contra desmatamento na Amazônia

Foto: Divulgação - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Foto: Divulgação - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Apoiando ações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Força Nacional de Segurança Pública voltará a atuar no combate ao desmatamento e queimadas na Amazônia. A determinação foi divulgada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (29).

Segundo o texto, a Força Nacional atuará em ações de fiscalização e de repressão ao desmatamento ilegal e demais crimes ambientes, de combate aos incêndios florestais e queimadas, em atividades e serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da proteção das pessoas e do patrimônio.

O apoio dos militares será em caráter episódico e planejado por 260 dias, podendo ser prorrogado se necessário.

A operação terá o apoio logístico do Ibama, que deverá dispor de infraestrutura necessária à Força Nacional.

Pesquisa

Os desmatamentos e queimadas na Floresta Amazônica podem estar influenciando as mudanças climáticas na região e no mundo, é o que afirma um estudo financiado pela National Geographic Society e assinado por mais de 30 cientistas.

O estudo publicado no periódico Frontiers in Forests and Global Change aponta inda que o maior perigo é que, com a diminuição de sua área, a Amazônia esteja perdendo poder de absorver dióxido de carbono, um dos gases do efeito estufa.