Comando Militar da Amazônia inclui chantilly em gastos com alimentação

Foto: Reprodução - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Foto: Reprodução - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

18,5 milhões. Este é o valor previsto a ser gasto com itens alimentícios para o Comando Militar da Amazônia (CMA) e outras 12 unidades ligadas ao órgão, ao longo dos próximos oito meses. Entretanto, o que chama atenção são alguns itens da lista de gastos do CMA, que inclui 2,5 toneladas de chantilly, 42 mil caixas de barra de cereal, 3,7 mil pacotes com pé de moleque e outros 104 produtos.

Constam, também, a requisição de uma super quantidade de produtos básicos, entres os quais 58 toneladas de batatas, 60 toneladas de alface e 42 toneladas de cebola, por exemplo. As solicitações fazem parte de uma licitação de Pregão Eletrônico para o Registro de Preço, mas a compra integral, tanto da quantidade, quanto dos produtos requisitados no documento não são obrigatórias.

Em nota, o CMA destacou que o documento é apenas uma estimativa de consumo e que as aquisições dos produtos serão de acordo com a demanda e disponibilidade de recursos. Além disso, o órgão apontou que houve uma redução de aproximadamente 53% no valor previsto para registro de preços de gêneros alimentícios, em comparação aos anos anteriores, o que evidencia a busca pela eficiência nos gastos.

Chantilly, pé de moleque e barras de cereais

Conforme o Comando Militar, as barras de cereais são utilizadas como "catanhos" (lanches rápidos oferecidos em substituição a refeição, quando não há possibilidade de preparo da mesma, uma fonte de energia durante as missões realizadas pela tropa) por militares da ponta da linha durantes a deflagração de diferentes operações do CMA. O pé de moleque integra o "catanho" e também é utilizado como sobremesa no cardápio da tropa.

Em relação ao chantilly, o órgão afirmou que o produto é utilizado nas cozinhas dos quartéis e em projetos das Forças Armadas.

"É [o chantilly] utilizado nas cozinhas dos quartéis para sobremesas e também é comumente utilizado nos cursos profissionalizantes (esses realizados durante o ano visando a qualificação dos soldados, por meio do Projeto do Soldado Cidadão, destinado a preparar o soldado para o mercado de trabalho após o término do tempo de serviço obrigatório)", disse o CAM, por meio de nota à imprensa.

Licitação e edital

Por fim, o Comando Militar da Amazônia destacou que a licitação "busca garantir a observância do princípio constitucional da isonomia, a seleção da proposta mais vantajosa para a administração e a promoção do desenvolvimento nacional sustentável". O órgão informou que as empresas que atenderem ao edital e ofertarem o menor preço, cumprindo os demais requisitos previstos, será a vencedora. Sendo assim, poderá haver várias empresas vencedoras, pois a disputa é item a item.

No Exército Brasileiro, é denominado Comando Militar o agrupamento de Regiões Militares, sob um único comando regional. Existem oito comandos militares estrategicamente posicionados para a pronta defesa do país.