Parte da iluminação do calçadão da Ponta Negra é desligada em Manaus

Foto: Divulgação | Arquivo Semcom - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Foto: Divulgação | Arquivo Semcom - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

O rio Negro atingiu a marca de 30,02 metros, o recorde da maior cheia na capital amazonense. Diversos bairros da cidade passam por mudanças por conta da subida das águas. Por medida de segurança, a Prefeitura de Manaus desligou parte da iluminação pública no calçadão inferior do Complexo Turístico Ponta Negra. A Unidade Gestora de Projetos de Energia (UGPM) fez o desligamento nas subestações na quarta-feira (16).

O prefeito de Manaus, David Almeida, passou a permitir o acesso à praia nos dias úteis da semana, de segunda a sexta-feira, de 6h as 17h.

Com a enchente, a área de praia está reduzida, e os frequentadores devem respeitar as marcações feitas pelos salva-vidas do Corpo de Bombeiros, mantendo sua segurança. Salva-vidas estão na praia para prevenção e possível necessidade de resgate nas águas. Desde 2011, a praia não desaparece mais por completo sob as águas do Negro durante a enchente.

Excepcionalmente este ano, com a enchente recorde de 30,02 metros, a água cobriu parcialmente uma área perto do calçadão inferior, próximo à escola de remo. A praia segue interditada nos finais de semana, feriados e pontos facultativos, e agentes de segurança, como Guarda Municipal e Polícia Militar, estão atuando para retirada de quem insiste em desrespeitar o uso correto no balneário.

O parque é gerenciado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

Segurança no rio

A Prefeitura de Manaus ressalta que é importante respeitar as normas de uso do espaço e não ultrapassar o cordão de isolamento na água, colocado pela equipe de salva-vidas do Corpo de Bombeiros, que indica a área de segurança dos banhistas no rio.

Além do horário indicado para banho até as 17h e a preocupação com as crianças dentro do rio, a recomendação principal é o cuidado no consumo de bebidas alcoólicas.

Os corpos permanentes de segurança, incluindo Guarda Municipal, com ciclopatrulha, a Polícia Militar e Bombeiros atuam no monitoramento da praia e na segurança dos banhistas até 17h, bem como na segurança e manutenção do patrimônio de todo o complexo.

Equipes da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) também reforçam a higiene do calçadão e da praia perene. Mesmo com a flexibilização, a Prefeitura de Manaus alerta sobre importância de proteção individual, com o uso de máscara, limpeza das mãos com lavagem e uso de álcool gel, além da manutenção do distanciamento mínimo.

*Em Tempo com informações da assessoria