Casal flutua em televisão após naufrágio no Rio Amazonas

Foto: Divulgação - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Foto: Divulgação - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Um casal de ribeirinhos foi resgatado após a canoa deles afundar no meio do Rio Amazonas. O socorro veio por volta de 14h30 do sábado (19), quando tripulantes da balsa "Princesa do Rio", que navegavam rumo à Parintins, avistarem as vítimas à deriva, agarradas a uma televisão de tubo antiga.

O comandante da balsa, imediatamente, foi ao resgate. O casal chegou a informar que fazia a travessia do rio, para fazer compras e retornar para a comunidade de "Brasília".

Cansaço

Desgastados após o naufrágio, o casal, identificados como Sebastiana e José, recebeu atendimento médico na ilha tupinambarana e passa bem. Eles estavam exaustos, tentando não afundar. No resgate, boias também foram usadas para auxiliar a retirada deles da água.

Náufragos em geladeira

No dia 3 de fevereiro deste ano, a Marinha do Brasil resgatou três homens que estavam à deriva no Rio Amazonas após o naufrágio da embarcação em que navegavam. Eles estavam flutuando, dentro de uma geladeira, por cerca de três horas quando foram localizados, nas proximidades de Santarém, no Estado do Pará.

Os homens, com idades de 25, 65 e 69 anos, transportavam pescado de Alenquer para Santarém, quando a embarcação de cerca de 8 metros de comprimento em que estavam, naufragou. Para flutuar, eles usaram a geladeira que conservava os peixes.