Após 12 horas detidos, jogadores do Boca pagam fiança e deixam delegacia

Foto: Reprodução TV Globo

Foto: Reprodução TV Globo

Jogadores e integrantes do Boca Juniors deixaram a delegacia onde passaram toda a madrugada e a manhã de hoje (21), em Belo Horizonte, Minas Gerais.

O grupo foi acusado de lesão corporal, desacato e dano ao patrimônio público. Seis deles precisaram pagar fiança de R$ 3 mil pelo crime de agressão e os demais assinaram termo circunstanciado por conta dos prejuízos causados ao Estádio Minerão.

A equipe deveria ter voltado para a Argentina ontem a noite (20), logo depois da partida, mas o voo foi cancelado porque integrantes da delegação foram parar na delegacia após atacarem árbitros e seguranças do Atlético-MG.

Parte da comissão, que não estava envolvida nos ataques, poderia ter deixado o Brasil, mas os responsáveis pelo clube disseram que só sairiam do país com todos os integrantes juntos.

Um novo voo foi marcado para logo mais, às 15h, no horário de Brasília, mas os esportistas que assinaram o TCO, terão que voltar ao país para comparecer ao Juizado Especial Criminal, onde enfrentarão audiência pelos crimes de desacato e lesão corporal. A data ainda não foi definida.