Chuva forte provoca desabamento de casa em Manaus

Foto: Jucélio Paiva | Rede Amazônica - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Foto: Jucélio Paiva | Rede Amazônica - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Uma casa de madeira desabou durante a forte chuva que atingiu Manaus na madrugada desta quarta-feira (21). O desabamento ocorreu na área do igarapé Mestre Chico, no bairro Praça 14 de Janeiro.

O lanterneiro Cirlano Ferreira, 43 anos, estava no imóvel, mas conseguiu deixar o local antes do desabamento "Eu estava acordado durante a madrugada por causa da forte chuva e quando ouvi os estalos consegui sair da casa e me abrigar na casa de um vizinho", contou o lanterneiro, que informou que perdeu tudo durante o ocorrido.

A forte chuva causou uma erosão em parte das margens do igarapé Mestre Chico. Agora, outros moradores temem que outras casas também desabem. No fim da manhã desta quarta-feira, técnicos da Defesa Civil foram até o local e disseram que a área onde aconteceu o desabamento é considerada de risco.

O chefe da divisão operacional da Defesa Civil, José Mendes, disse que os técnicos orientaram os moradores sobre o risco de novos desabamentos, e que acionou a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), para cadastrar e incluir os comunitários no aluguel social.

A área onde aconteceu o desabamento é a mesma onde está sendo realizada uma obra do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim). Em nota, a Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) informou que enviou uma equipe de engenheiros ao local, e que o desabamento ocorrido no igarapé Mestre Chico não teve relação com a intervenção do Prosamim.

A UGPE esclareceu que o Prosamim não atua fazendo a remoção de casas em áreas de risco ou que apresente riscos de desabamento, responsabilidade da Defesa Civil.