Fies: pré-selecionados têm até sexta-feira para complementar inscrição

Foto: Reprodução | Nenhuma violação de direitos autorais pretendida.

Foto: Reprodução | Nenhuma violação de direitos autorais pretendida.

Come√ßa hoje (4) e vai até sexta-feira (6) o prazo para que os pré-selecionados para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) complementem sua inscri√ß√£o neste que é o certame relativo ao segundo semestre de 2021.

A rela√ß√£o dos candidatos pré-selecionados foi divulgada ontem (3), em chamada √ļnica. O resultado est√° dispon√≠vel na p√°gina do Fies.

A sele√ß√£o assegura apenas a expectativa de direito à vaga, j√° a contrata√ß√£o do financiamento est√° sujeita às demais regras e procedimentos de formaliza√ß√£o do contrato.

Os estudantes n√£o pré-selecionados foram automaticamente inclu√≠dos em lista de espera, observada classifica√ß√£o. Considerando que n√£o existe novo ranqueamento, após a publica√ß√£o do resultado da chamada √ļnica, os participantes da lista de espera dever√£o, obrigatoriamente, acompanhar sua eventual pré-sele√ß√£o.

Nesse caso, os candidatos dever√£o complementar sua inscri√ß√£o no prazo de tr√™s dias √ļteis, contados do dia subsequente ao da divulga√ß√£o de sua pré-sele√ß√£o no sistema. O prazo final para a lista de espera é 31 de agosto.

Em 2021, o Fies tem a oferta total de 93 mil vagas. Nesta sele√ß√£o do segundo semestre, est√£o dispon√≠veis 69 mil vagas distribu√≠das em 23.320 cursos de 1.324 institui√ß√Ķes privadas de ensino superior. Caso hajam vagas remanescentes, n√£o ocupadas na chamada √ļnica, o MEC poder√° fazer nova sele√ß√£o.

Para ter acesso ao fundo, é necess√°rio ter renda familiar mensal bruta per capita de até tr√™s sal√°rios m√≠nimos e ter participado de uma das edi√ß√Ķes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2010, obtendo no m√≠nimo 450 pontos na média das cinco provas do exame e n√£o ter zerado a prova de reda√ß√£o.

O Fies é o programa do governo federal que tem o objetivo de facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por institui√ß√Ķes privadas aderentes ao programa. Criado em 1999, ele é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

O primeiro é operado pelo governo federal, sem incid√™ncia de juros, para estudantes que t√™m renda familiar de até tr√™s sal√°rios-m√≠nimos por pessoa; o percentual m√°ximo do valor do curso financiado é definido de acordo com a renda familiar e os encargos educacionais cobrados pelas institui√ß√Ķes de ensino. J√° o P-Fies tem regras espec√≠ficas, sem sele√ß√£o, e funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes, o que implica cobran√ßa de juros.