Harman passa a produzir em Manaus caixa de som mais potente da marca

Foto: Harman | Divulgação - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Foto: Harman | Divulgação - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

A multinacional de equipamentos de áudio Harman, dona da JBL, inicia a produção brasileira de uma das caixas de som mais potentes da marca.

O alto-falante, que antes era fabricado apenas na China, passa a ser feito também na unidade da companhia em Manaus. Segundo Rodrigo Kniest, presidente da Harman no Brasil, o país é o maior mercado consumidor do modelo, chamado de PartyBox 100.

"O primeiro lugar fora da China é Manaus. Primeiro, a nossa produção vai atender a demanda brasileira", afirma ele. A empresa contratou cerca de 30 profissionais para atuar na nova linha, que se somam aos 200 funcionários da fábrica.

A Harman planeja dobrar a penetração no mercado nacional, além de começar a fabricar outros modelos por aqui no ano que vem, segundo ele.

"A ideia é aumentar a competitividade. Temos a pressão dos componentes eletrônicos, que são dolarizados, e a inflação das commodities, mas estamos tentando segurar o preço e represar esses aumentos com a produção nacional", diz Kniest.