Audiência pública discute a expansão do consumo do GNV no Amazonas

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O deputado estadual Sinésio Campos (PT) apresentou uma carta compromisso na tarde desta segunda-feira (20), durante a Audi√™ncia Pública na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), que pretende diminuir o valor para a instala√ß√£o e taxas e aumentar o números de postos que vendem o G√°s Natural Veicular (GNV), na cidade Manaus. Atualmente s√£o apenas tr√™s postos que vendem o produto, e a inten√ß√£o é que a cidade tenha pelo menos 10 postos comercializando o GNV e que outros a venda seja expandida para o interior.

A Carta foi elaborada pelo deputado junto aos representantes do governo do Amazonas, órg√£os de fomento, taxistas e motoristas de aplicativo. Entre os itens est√£o: a amplia√ß√£o do número de postos revendedores de g√°s natural veicular de tr√™s para dez, instala√ß√£o de postos revendedores de GNV em outros municípios estratégicos; redu√ß√£o do pre√ßo cobrado (R$ 400,00) pela empresa Inspenorte Inspe√ß√£o Veicular para execu√ß√£o de servi√ßos de inspe√ß√£o técnica nos veículos que utilizam o GNV, na cidade; isen√ß√£o ou redu√ß√£o do pre√ßo de vistoria pela Visnorte ou Cevam. Essa vistoria custa R$110,00; isen√ß√£o ou redu√ß√£o da taxa de altera√ß√£o de características do veículo", no site do Detran. A taxa custa R$ 58,99; abertura de linhas de crédito pela AFEAM para motoristas de aplicativos ou taxistas, propriet√°rios e n√£o propriet√°rios de veículos, afetados pelas consequ√™ncias econômicas causadas pela pandemia da covid-19.

Na carta também pede que o governo do Estado encaminhe à Aleam Projeto de Lei sobre a isen√ß√£o de IPVA, ou redu√ß√£o de alíquota do IPVA sobre veículos que utilizam o GNV com placa do Estado do Amazonas; amplia√ß√£o do valor da concess√£o e do número de benefici√°rios da campanha "Fa√ßa a Conta. Use GNV!", da Cig√°s, de R$1 milh√£o para R$6 milh√Ķes e de 250 beneficiados para 1.500 beneficiados, anualmente.

"Precisamos ter uma matriz energética de g√°s, visto que o pre√ßo da gasolina est√° altíssimo, o que inviabiliza o trabalho do taxista e do motorista de aplicativo. O GNV é 33% mais econômico que a gasolina e 44% mais econômico que o Etanol. Só para se ter uma ideia, antes da pandemia existiam, aproximadamente, 65 mil motoristas de aplicativo, atualmente, esse número caiu para 30 mil e precisamos mudar essa realidade", disse Sinésio, que é presidente da Comiss√£o de Minas, G√°s e Energia da Aleam.

O diretor técnico comercial da Companhia de G√°s do Amazonas (Cig√°s), Clóvis Correia Júnior, disse na audi√™ncia que, dentro de 30 dias, disponibilizar a venda do g√°s veicular a dois novos postos, em Manaus. Um deve ser instalado no Distrito Industrial, zona sul e outro na Ponta Negra, zona oeste.