Alexandre de Moraes mantém prisão preventiva do caminhoneiro Zé Trovão

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) negou um pedido para revogar a pris√£o preventiva do caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trov√£o. A solicita√ß√£o tinha sido feita pela defesa do investigado, que alegou "desejo generalizado de diminuir a temperatura do debate político nacional, sendo a revoga√ß√£o da pris√£o preventiva" cliente fundamental para tal objetivo.

No despacho, o magistrado afirmou que Zé Trov√£o est√° em condi√ß√£o de foragido, pois n√£o se apresentou as autoridades policiais. Além disso, o ministro destacou que o investigado solicitou pedido de asílo político no México, o que deixa claro que ele n√£o pretende retornar ao Brasil para cumprir ordens judiciais.

"Ali√°s, além da fuga do distrito da culpa, h√° notícias de que MARCOS ANTÔNIO PEREIRA GOMES solicitou asilo político ao Governo do México, com nítido objetivo de burlar a aplica√ß√£o da lei penal, o que indica, nos termos j√° assinalados, a necessidade de manuten√ß√£o da decreta√ß√£o de sua pris√£o preventiva. Diante do exposto, indefiro o pedido de revoga√ß√£o da pris√£o preventiva", escreveu o magistrado, no despacho. Com informa√ß√Ķes do R7.