Prefeitura cria zona de preservação de periquitos em avenida de Manaus

Foto: Arlesson Sicsu | Semcom - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Foto: Arlesson Sicsu | Semcom - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

O canteiro central da Avenida Ephigênio Salles, na zona centro-sul de Manaus, se tornou "Zona de Controle Especial da Avenida Ephigênio Salles", segundo o Decreto 5.183, de 11 de novembro de 2021, do prefeito David Almeida.

A intenção é garantir a diversidade biológica e preservação da espécie periquito-de-asa-branca (Brotogeris versicolurus), preservando o patrimônio genético de forma a coibir a erradicação da espécie. A proteção da área também serve para proporcionar a manutenção do fluxo migratório das aves, estimulando o desenvolvimento de programas de pesquisa.

As aves ocupam a vegetação no local nos finais de tarde onde passam a noite. O decreto estabelece que a área deve ser usada para educação ambiental com a finalidade de tornar a comunidade parceira na conservação do patrimônio com a colocação de balizadores, portais de identificação e outros equipamentos que viabilizem a orientação, esclarecimento e conscientização da população.

Também libera atividades culturais educativas e de lazer no local. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente será responsável pela implantação e monitoramento da ZCE.

O decreto restringe o uso de obstáculo artificial que possa aumentar o índice de acidente envolvendo a espécie periquito-de-asa-branca (Brotogeris versicolurus), nos imóveis adjacentes à ZCE, tais como, tela de poliéster, vidro e policarbonato translúcido sem identificação.

A excepcionalidade no uso de obstáculos artificiais deverá ser previamente avaliada pelo Implurb (Instituto Municipal de Planejamento Urbano) quando do processo de regularização do empreendimento. Nenhuma árvore do local poderá ser cortada ou transplantada sem autorização do órgão ambiental.

Veículos pesados, com altura bruta que alcancem a copa das árvores instalados no canteiro central da via deverão, obrigatoriamente, transitar na faixa direita, em velocidade reduzida, conforme parâmetro estabelecido pelo IMMU (Instituto Municipal de Mobilidade Urbana).