Pequenas e médias empresas enfrentam gargalos na Black Friday, diz pesquisa

Foto: Rovena Rosa | Agência Brasil - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Foto: Rovena Rosa | Agência Brasil - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Mais da metade das pequenas e médias empresas brasileiras esperam aumentar o faturamento durante a Black Friday deste ano, segundo levantamento da Boa Vista. O número subiu em relação a 2020, quando apenas 39% dos negócios estavam otimistas com a data, porém, os relatos apontam dificuldades com capital de giro e limitação de investimentos.

Cerca de 60% dos empresários devem colocar à venda o estoque de anos anteriores, sem reposição, enquanto 76% dizem que não vão contratar funcionários temporários. A pesquisa identificou que 64% das pequenas e médias empresas estão apostando nos negócios online. Em 2019, eram 46%.

Segundo o levantamento, feito em outubro com 500 empresários de comércio, indústria e serviços, cerca de 60% estão aptos a conceder crédito aos clientes, o que ajuda a impulsionar as vendas. Outros entrevistados afirmam que, para alavancar seus negócios, precisam ampliar a atuação no mercado, reduzir a inadimplência e conquistar mais clientes.