BMW usa realidade aumentada para futuros projetos em Manaus

Foto: BMW Motorrad | Divulgação - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Foto: BMW Motorrad | Divulgação - Nenhuma violação de direitos autorais pretendida

Óculos de realidade aumentada são usados para treinamento e apoio remoto na fábrica de motos da BMW Motorrad em Manaus, única unidade fora da Alemanha. Com a tecnologia, a empresa alemã planeja ampliar o processo iFactory [fábrica digital]. A tecnologia deverá ser incorporada à linha de montagem em Manaus a partir de novembro deste ano.

Os óculos permitem que elementos reais de uma motocicleta sejam sobrepostos por modelos 3D holográficos em escala, de maneira que uma variedade de conceitos e processos de produção possam ser compartilhados e avaliados de forma mais flexível e econômica. A tecnologia permite que os treinamentos sejam feitos sem um modelo real, antecipando futuros projetos.

São oito modelos de motos presentes no portfólio da Planta Manaus — BMW R 1250 GS Adventure, BMW R 1250 GS, BMW S 1000 RR, BMW G 310 GS, BMW G 310 R, BMW F 750 GS, BMW F 850 GS Adventure e BMW F 850 GS.

Também é possível interagir em tempo real diretamente com engenheiros na Alemanha. Sem a realidade aumentada, a resolução convencional de um problema ou dúvida exige um registro em fotografia ou vídeo, seguido do compartilhamento com os detalhes descritos.

Com o uso dos óculos, no entanto, a situação muda de figura, pois o usuário do equipamento tem liberdade para apresentar a situação sob seu ponto de vista, em tempo real e com as mãos livres para descrevê-la da forma mais clara possível.

A fábrica do BMW Group em Manaus completou cinco anos em 2021 e produz 99% do portfólio de motos da marca BMW Motorrad no Brasil.

Com área aproximada de 10 mil metros quadrados e capacidade de produzir até 15 mil motocicletas por ano, a planta possui ações voltadas para sustentabilidade e meio ambiente, como o uso de energia proveniente de fontes renováveis.

Desde 2019, a energia da fábrica é proporcionalmente compensada pela geração no Complexo Eólico de Morrinhos, em Campo Formoso (BA).